junho 22, 2009

Estou ouvindo algumas músicas agora. No momento em que o sol escapa de uma nuvem mais densa e invade a minha janela. É segunda-feira. Mas tem um calor de domingo na minha alma.

2 comentários:

IcaroReverso disse...

o domingo é a última porta que se fecha. Quando abro as janelas, deixo as cortinas fechadas. Um horizonte passado, num aconchego, me espera: é um sol que me vem de dentro e em você, à espreita, se encerra: palavras num arvoredo, solidões sem cabelos, para puxar carecas ridentes, dominicais, por um amanhacer mais pleno.

Abreijo internético.

Lu Thomé disse...

Ai que lindo isso... Puxa...

Beijo, querido!