julho 09, 2007

Será que felicidade tem fim? Um fim, mesmo que temporário? Será que eu ri e dancei tanto sozinha ontem, que gastei a minha felicidade? Gastei o estoque de uma só vez? Consumi tudo com uma gargalhada mais forte? Ou uma sacudida rock mais empolgada? Será possível? Amanheceu chovendo hoje. E eu também parecia estar sem meu sol...

I wanna sleep underneath
the weeping willow
as it cries all night quietly
it's tears all around me
I'll sleep there so soundly
until I'm allowed finally
to wake and be happy again
to wake and be happy again

5 comentários:

Lívia disse...

Acho que não gasta, não. Ela só passa a conviver com outras emoções, necessárias pra que a gente entenda o quão bem vinda (e às vezes, fugidia) é a felicidade... :-)

Moni Thomé disse...

Lu'kas... o que aconteceu com vocês... eu vi as fotos do aniversário do pai e achei a galera tão pra baixo...

Me escreve, ou me liga se preferir...

Muitos beijos... estmos pensando em vocês!!!

Mari Thomé disse...

Bom... Vamos comecar...

Primeiro para a Lu:
Criaturinha, que hostoria eh essa de "fim temporario","gastar felicidade", "gargalhada forte demais"?? Soh me falta agora parar de falar pra economizar o estoque.
Como futura leitora d'O Segredo, eu acho que quanto mais pra baixo tu te coloca, mais dias amanhecerao chuvosos. E alem do mais, o que seria da natureza sem a chuva??

Para a Moni:
achei bizarro a parte do triste. Certamente estavam todos cansados. E sem a metade da familia junto. Mas te garanto que demos boas risadas e comemos MUITO!!

E beijo para as duas :D

Lu Thomé disse...

Oi Moni!

Nós rimos bastante na janta. E comemos o mundo. Depois ainda devoramos um rocambole de chocolate... Era bem tarde. E estávamos cansados. Eu estava bem cansada. Estou estou totalmente cansada. Tu falou com o pai ontem? hummmmmm...

Mari!

É verdade que eu li O Segredo. Mas estou sem forças para seguir com a mente focada. Preciso dormir... E ainda não posso...

Vou trabalhar mais um pouco agora.

Beijos para as duas. Retornarei!!

Lu Thomé disse...

Livia: concordo com a tua quase poesia... Sigo rezando pela luz...

Beijos!