abril 27, 2008

Mais uma experiência. Gosto disso, de saber algo novo, diferente... Depois de quase nove anos sem fazer nenhuma “intervenção” no meu rosto, decidi que era hora. Muitas pessoas sabem, mas outras tantas desconhecem esse lado do meu passado. Sofri durante muito tempo com acne. Muito tempo resume-se a toda a minha adolescência. Naturalmente, um período difícil. Para mim, elevado à décima potência. Acho que foi isso que me fez gostar de bibliotecas, de livros, de escrever, de ser uma pessoa quieta (pelo menos até virar jornalista)... Claro, muita coisa boa surgiu dessa fase. E também muito eu batalhei depois. Aos 18 anos, tomei um remédio porrada, que acabou com toda a acne, mas deixou cicatrizes e resquícios. Mais de cinco peelings químicos e três peelings de cristal, fiquei assim como sou hoje. Ou como era até ontem (hehehehehehe). Para eliminar alguns vasinhos que apareceram e tentar minimizar o vermelhidão do rosto (que ficou como característica da minha pele sensível), fiz aplicações pontuais de laser e recebi luz pulsada em todo o rosto. Sinceramente, eu tenho uma tatuagem grande, que demorou quase duas horas para ser feita... Mas nunca algo tinha doído tanto... Uma dor chata, ora lembrando algo em brasa encostando no rosto, ora parecendo onda de choque. As médicas ficaram impressionadas que eu não dei um gritinho. Eu fiquei apavorada só de pensar que outras mulheres fazem esse procedimento e soltam gritinhos ou gritões. Depois de 35 minutos, saí de lá um pouco cansada. Me recolhi o fim de semana todo. E, sinceramente, já estou me achando maravilhosa hoje. Sério: ficou muito bom...

7 comentários:

Moni Thomé disse...

Linda... linda... linda!!!

Cuidar de si mesmo é o que há de melhor a se fazer...

Precisamos combinar de ir ao shopping fazer umas comprinhas... isso também faz um bem danado!!!

Beijos...

Lu Thomé disse...

Com certeza!!! hehehehehehehe

Vai ser muito bom!

Beijos!

IcaroReverso disse...

Considero um avanço o fazer intervenções no próprio corpo. Faz parte dessa guinada de ser e pensar o corpo com autonomia. É como mudar caráter, um mudar sem mudar mudando. Quando eu puder, tirarei as marcas minhas de acne também...

Anônimo disse...

Agora tá dando uma de Miss? Tudo isto é para o dia 6? Andréa Sorvetão.

Banana disse...

Que legal!
Não tenho problema nenhum em "entrar na faca", e o farei, provavemente logo. Mas, quando o negócio é assim acordado, ao vivo e a cores, me arrepia só de pensar!

Corajosa, você! E que bom que deu resultado! :)

marcia disse...

Essa mulher, desde que deixou as aulas de yôga, não é mais a mesma!!! Spa day, laser, luz pulsada... Luuuuuu, será que vou te reconhecer se cruzar contigo na rua? hehehehe
Bom saber que estas cuidando bem de ti e estás feliz!! Estás sempre na minha lembrança, especialmente nos finais de tarde... Beijo

Márcia

Lu Thomé disse...

Icaro: te apoio. É o melhor que temos a fazer. E melhor: faz muito bem.

Napp Sorvetão: tem que ver o meu tchauzinho de miss... hehehehehe

Isa: doeu, mas valeu - hehehehe

Márcia: vai me reconhecer, sim! O sorriso ainda é o mesmo! hehehehehe. Saudades tuas! Muitas!

Beijos!