novembro 30, 2008

Encontrei uma voz. Paciente, no início, falava manso perto do meu ouvido. Como não escutei, aumentou o tom. Depois, passou a gritar. Tentei sufocá-la com o travesseiro. Mas ainda ouvia seu desespero abafado. Uma vez livre, continuava gritando a mesma frase. Tenho certeza que ela fez o bairro inteiro ouvir: "Está perdendo tempo, sua idiota!"

Agora, resolvi ouvir a voz. E tentar recuperar esse tempo.

2 comentários:

Dany Darko disse...

Será que foi a mesma voz que me chamou de idiota hoje também? :/

Lu Thomé disse...

hummmmm. Tu não responde meus recadinhos no Twitter.

Quer que eu vá aí pra gente conversar melhor?

hehehehehehehehehe.

Beijos!