junho 24, 2007

Não planejei nada de especial para o fim de semana. Na realidade, o contrário: pretendia que ele fosse o mais ordinário e comum possível. Um pouco de trabalho (se minha coluna sem yoga agüentasse...), algum filme, alguma leitura... Café, chimarrão... Tinha desistido até mesmo de tomar o meu habitual remédio (mata tudo...) dos domingos. Mas não acreditei em milagres (sim, queridos amigos colorados... principalmente depois de quarta-feira... no entanto, feliz pelo domingo...). Mas... Mas... E mas... Estava olhando um filme ontem à noite, e me lembrei do meu notebook. Depois de ser pessimamente atendida na assistência técnica (e também chocada pelo modo como os funcionários brigavam, falavam palavrões e olhavam pornografia no meio do expediente e na cara dos clientes...), havia solicitado o backup do HD e desistido de trocá-lo com eles. O backup veio como o comportamento comercial deles: incompleto. Decidi ficar com o note encalhado em casa, até ter dinheiro para trocar o hardware defeituoso. E triste, é claro... Há semanas tento recuperar tudo o que perdi no note. Péssimo hábito de não fazer backup periódico, salvei a pasta "Trabalho" por milagre. E perdi a "Vida"... Então, então e então... Resolvi dar mais uma chance ao bichinho. E, durante o filme, liguei o note. Deu o barulhinho. Abriu o Windows. Em modo de segurança. E nem tão lento como estava da última vez. Consegui ver os arquivos... Todos eles... Gritei para o Mr. Flag: "Me alcança meu pen drive"... Não podia perder um minuto. E, foi assim... Comecei salvando os arquivos soltos, depois outras pastas, um ano de fotos... dois anos... três anos... Colocava um giga no pen, salvava no outro notebook e deletava. Trabalho de formiguinha... Às duas da manhã, tinha terminado de transferir TUDO. Tudinho. Até a pasta de Favoritos do Internet Explorer. Minha vida se resume a 7 "preciosos" GB. Minhas preciosas fotos. Saudades de muitos amigos. Saudade de uma amiga em especial. Muita saudade. Passei o domingo pela manhã organizando os arquivos, olhando rostos e lugares... Muitas vezes... E como se fosse a primeira.

6 comentários:

Moni Thomé disse...


Como é que tu leva o teu notebook num lugar tão ruim?!!! Mas que bom que tu recuperou os arquivos!!! Eu estava torcendo por isso!!!
E agora?! O que falta pra ele ficar bom?!!!

Beijos...

Lu Thomé disse...

Ai, pois é, Moni. Mas eu comprei o notebook lá. Então... Mas achei melhor trazer de volta. E foi a salvação para recuperar minhas fotos. Porque eles disseram que não tinha mais jeito. Agora, para ficar bom, resta trocar o HD. Vamos ver quando vou fazer isso. Beijos!

Anônimo disse...

Vou fazer propaganda! Meu marido trabalha na área de informática, justamente em manutenção de micros. Se tu quiser, entre em contato comigo. hehehe

Bj, Flávia Cunha

Lu Thomé disse...

Flavinha! Grande dica. Vou me planejar nos custos para arrumar o note. E qualquer coisa, te aviso... Porque se dependesse dos queridos onde deixei ele, teria perdido todos os meus dados... Aí é fogo...

(Ah! Eu não me esqueci do nosso café... Vai sair... Tenha fé! hehehehe)

Beijos!

andreia disse...

lulu querida!! que bom saber que o note deu sinal de vida!! saudades, amiga... to na maior correria, viajando por aqui, mas logo volto a viajar pelo mundo virtual...
muitos beijos!!

Lu Thomé disse...

Déia!!!! Saudades tuas! Tenho muitas novidades... MUITAS!!! Mas eu te espero. Viaja bastante por aí... Estou aqui te aguardando!

Beijos!