janeiro 22, 2008

Se eu fosse uma palavra, seria antagonismo.
Se fosse um objeto, seria uma Dancing Flor, de guitarra vermelha.
Se fosse uma cor, seria azul.
Se fosse um cheiro, seria de grama cortada.
Se fosse um lugar, seria dentro.
Se fosse um gosto, seria cítrico.
Se fosse um livro, seria Oskar.
Se fosse uma música, seria Starlight.
Se fosse uma roupa, seria um blusão marrom velho de lã.
Se fosse você, seria feliz... Sempre...

7 comentários:

Mano...! disse...

É incrível como (pelo menos no meu note) o início da Starlight coincide direitinho no tempo certo com o fim...

Traduzindo: coloca no modo de repetiçao, só a tua música, sozinha, e ouve... ela está sempre no tempo certo entre o fim e a repetiçao...

Dá impressão de que ela nunca termina...

Impressão?

Tua música não tem fim, Lukas!
Assim como não têm fim maravilhas de posts como esse!

Seguimos adiante, sempre!!!
Tô contigo e não arredo!!! Só mandar msg no MSN... hehehe

Beeeijo!!!

L. Felipe A. disse...

se eu fosse um momento , eu seria depois...

Ana disse...

Mais uma superação....
Quando eu crescer, quero ser igual a ti Lu!

Beijos!!!!

Lu Thomé disse...

Mano: sempre adiante!!! hehehehehehe... Também estou contigo e não abro! E como Starlight: sem fim... hehehehehe.

Felipe: o importante é ser. Não concorda?

Ana: hehehehehehehe... Obrigada, obrigada. Estou abaixando o corpo na direção do notebook e agradecendo. Obrigada, obrigada. hehehehe

Beijos!

Mari Thomé disse...

Se eu fosse tu, te puxava logo e escrevia um livro!
Porque histórias não faltam!!

Amei, Lu!
Amo mesmo!

andréia disse...

gostei muito... posso fazer uma versão lá no meu canto??
bjo.

Lu Thomé disse...

Mari: vou tentar... Juro que vou conseguir!

Déia: Claro! Não sou adepta dos Memes... "Agora passo isso pra Fulana e pro Beltrano"... hehehehehe... Mas pode usar o que quiser dos 50kg. Às ordens!

Beijos!!